Notícias

Fonte: Phouse

Prestes a desembarcar no Warung para mais um clássico extendend set, Hernan Cattaneo é lembrado em dez imagens que contam um pouco de sua intensa relação com o clube.

Se existe um artista capaz de transformar sua visão de como se ouve e entende música eletrônica, este é Hernan Cattaneo. Sua dedicação incansável pelo mix perfeito somada à maneira única de conduzir a pista de dança o transformou em um dos maiores ícones que a cena eletrônica já produziu. Desde Buenos Aires para o coração de milhares de pessoas ao redor do mundo, Hernan foi estabelecer sua maior conexão em um lugar talvez inesperado. Iniciada em 2005, essa relação simbiótica tem se mantido por gerações e gerações de clubbers que se reúnem todos os anos no Warung Beach Club para celebrar seu tradicional extended set. O dono da noite oferece uma experiência que é vista por muitos como algo que transcende a cultura eletrônica, chegando até as bordas do que se entende como adoração por um estilo de vida em nossa sociedade contemporânea. Essa experiência uniu ao longo dos anos pessoas que jamais teriam se conhecido, formando uma espécie de religião protetora em seu entorno e ao tipo de música que propõe.

+ LEIA AQUI a entrevista do autor com Hernan Cattaneo, em 2015

Mesmo obtendo maior proximidade com o house progressivo desenvolvido no Reino Unido dos anos 90, em algum momento de seus mais de 30 anos de carreira Cattaneo rompeu qualquer tentativa de classificar por estilo o tipo de música que apresenta. Ele aos poucos desenvolveu sua própria personalidade musical, particular e inimitável. Criando momentos de atmosfera soturna, tribal, por vezes melódica, por vezes infernal, reúne uma série de características distintas que se somam ao seu talento atrás dos decks, e tudo isso parece se completar no club sul-americano.

O que faz da apresentação de “El Maestro” algo tão diferente em uma pista quente e emocional brasileira? Seus fãs mais conservadores comentam que não existe uma maneira exata de explicar, você apenas precisa ir e se entregar junto do balanço entre brasileiros e argentinos que comparecem todos os anos no templo da Praia Brava.

Pensando nisso, às vésperas de um novo set no Warung, reunimos algumas imagens marcantes ao longo de mais de dez anos de residência anual no club catarinense. Confira:

Um grande coração

31/12/2008 – Após um carnaval intenso em 2007, Hernan foi convidado para encerrar o ano de 2008. Naquela noite, tradicionalmente, todos compareceram com roupas brancas para celebrar a chegada do novo ano. Hernan surge então com sua tracional camiseta preta, porém com um detalhe que explicava seus desejos para os presentes: o enorme coração branco em seu peito até hoje é lembrado como uma de suas maiores demostrações de carinho pelo club.

Pré-Réveillon

29/12/2010 – Por falta de imagens de boa qualidade sobre essa noite, decidimos incorporar a parte 1 da série de videos em alta qualidade gravados nesse dia. Considerado por muitos como o melhor set que o maestro construiu no templo, vale destacar sua abetura com “I Feel Loved”, do Depeche Mode, e mais de oito horas de set até próximo das 09h30 da manhã. Outros destaques em seu set foram as clássicas “Triton”, de Marc Romboy & Stephan Bodzin no meio da noite, e “Love Stimulation”, de Humate (com remix de Tom Middleton), ao amanhecer.

Love, Hernan

29/12/2011 – Sua quinta apresentação é considerada o momento em que sua música se transforma em uma espécie de símbolo cultural do club. Era aquele estilo que fazia a verdadeira mágica acontecer em sua raiz, posto dominado por Sasha até então. Na foto, a captura perfeita do azul escuro, sua cor de representação na noite, e o desenho no vidro como uma tentativa de agradecer por parte do público. O grande destaque fica por seu encerramento com “Dark & Long”, do Underworld, com remix clássico de Christian Smith.

God found his temple

28/12/2012 – O final de ano já era visto como uma tradição indispensável. Hernan recebe todas as tentativas de agradecimento e estreitamento de relação com a pista do templo. Podendo se sentir em casa como nunca, traz um dos seus sets mais emotivos. Joga faixas emblemáticas, como “10101”, de James Holden, “Recall”, de Diego Azocar, e as clássicas do final: “Heaven”, de Unkle com remix de King Unique, e “Like You”, de Gui Boratto.

Feriado de Páscoa

29/04/2013 – Por algumas temporadas, Hernan teve seu show no templo durante o feriado de Páscoa também, tamanha era a aclamação do público por sua música. Destaques para “Diaspora”, de Guy J, “All The Evil Of This World”, de Henry Saiz com remix de Chaim, e, na parte final, a clássica “Love In Traffic”, de Satoshi Tomiee com edit de Mike Griego — uma faixa muito aguardada no club.

Israeli guys

29/12/2013 – Um set voltado aos ritmos tribais e linhas de baixo muito dançantes. Périodo marcado também por um forte apoio aos novos produtores de Israel. Tiveram destaque faixas como “Bahia”, de Simon Vuarambon, “Lonely Stars In Open Skies”, de Jon Charniscom remix de Luca Bachetti, as clássicas “Work To Do”, de Sander Kleinenberg , e “Stoppage Time”, de Guy Gerber, no meio da noite. Outros pontos altos foram Guy Mantzur, com “We Are What We Are”, Guy J, com “Fantasy Reality”, “Moments”, de Khen, e um final marcado por “Running To The Sea”, de Royksopp com remix de Pachanga Boys.

Variações

18/04/2014 – Em um de seus sets mais ecléticos, conseguiu reunir artistas como Maceo Plex,CoyuCid IncDark Soul Project e Sahar Z durante seis horas.  Destaque para “Return To Yoz”, de Mano Le Tough, e clássicos como “Ultraviolet”, de Luke Fair, “Fochleise Kassette”, dePaul Kalkbrenner com Santi Mossman remix, e um final com “Midnight Walk”, de Adriatique.

Uma noite na escuridão

28/12/2014 – Considerado o set mais obscuro já feito no Warung, sem subir muito o BPM, Hernan manteve por toda a noite momentos soturnos e introspectivos, dando ênfase total a uma de suas características mais adoradas.  Na noite, o destaque vai para faixas como “Too Dark For You”, de Chaim e Metial Derazone, “Anise”, de Khen, “Ghost” de The Acid com remix deMaya Jane Coles, e “Somebody Else”, de BP; no amanhecer histórico, tivemos “Meridian”, deHenr y Saiz e Guy J, “Sweep”, de Blue Foundation com remix de Kevin Di Serna, “Candyland”, de Guy J, e “Sordid Affair”, de Royksopp com remix de Maceo Plex. Um dos mais marcantes de todos, o encerramento teve “Your Love Will Set You Free”, de Caribou com remix de Carl Craig. Mais tarde, Hernan postou em seu Facebook uma mensagem de agradecimento: “Nós podemos ser grandes rivais no futebol, mas quando se trata de música, parece que somos irmãos”.

No hay límite para tu música

28/12/2015 – Comemorando dez anos de casa e de cabelo novo, Hernan marcou um de seus sets menos emotivos e mais psicodélicos. Destaque para “Re-Wired”, de Bog, “Track For Life”, de John Digweed e Nick Muir com remix de Cosmic Boys, “Swept” de Kiasmos com remix de Tale of Us, “Wilkie”, de Roman Flügel com remix de Ditian, e um dos maiores clássicos de toda indústria pela manhã: “I Wish You Were Here”, de John Creamer & Stephane K. No final, tivemos ainda bombas como “Loud Places”, de Jamie xx com edit de Barnt, e “Right Off”, deDanny Howells com remix de Faze Action.

A relatividade explica

10/09/2016 – Set marcado pelo início à meia noite até próximo das 8h, e por ingressos esgotados no feriado de independência no Brasil. Esse crescimento também se deve ao novo público da casa ter chegado até sua música de forma definitiva. Destaque para “Secret Encounters”, de Guy Gerber, “The Bar Tender”, de Seth Schwartz e Be Svendsen, “Dodge”, de Victor Ruiz, e um amanhecer com as clássicas “Trigonometry”, de Sasha, “Only When I Lose Myself”, do Depeche Mode, e um final com “Snooze For Love”, de Dixon, e “Nana”, deAcid Pauli.

Nesta sexta-feira, 08 de setembro de 2017, Hernan retorna para seu tradicional extended set iniciado à meia noite em ponto. Qual será a imagem da noite, o caminho que escolherá percorrer? Os clássicos? Seus últimos radio shows podem dar a dica, mas só quem estiver presente saberá de verdade. Ah, os ingressos estão no fim — teremos casa cheia.

Mailing

Faça seu cadastro e receba por e-mail as novidades dos Postos Brava.

Onde estamos

Balneário Camboriú:
Av. do Estado, 133 - Praia dos Amores
(47) 3360-7928
Itapema:
Rodovia BR 101 km 148, 3 - Centro
(47) 3368-4512
Postos Brava    ©    2013     10ML